• 20 de janeiro de 2012

    Dizer “não”

    – E daí eu tive que ir com eles.

    – Como assim “teve”?

    – Eu não podia simplesmente dizer “não” né?

    – O que te impedia?

    – Ai, sei lá. Ia ficar chato não ia?

    – Bom, chato ficou de um jeito ou de outro não foi mesmo?

    – É, pior que é.

     

    O não sempre começa com nós.

    “Não me permito mais estar em más companhias, ou em companhias de pessoas que me colocam para baixo”

    “Não aceito mais ser tratado(a) como idiota, incompetente”

    Ao mesmo tempo é também dizer “sim”.

    “Sim, eu quero me comprometer comigo e com a minha saúde emocional”

    “Sim, eu quero uma qualdiade de vida maior”

    Visto isso é importante de focarmos mais em nossa experiência, desejos e necessidades ao invés de nos outros para entendermos ao que devemos dizer sim e ao que devemos dizer não.

    Comentários