• 20 de janeiro de 2012

    Errado segundo quem?

    – Eu sei que isso que eu faço está errado?

    – Como assim errado?

    – Você sabe, não se faz isso.

    – Eu? Particularmente não vejo problema algum nisso que você está falando. Quem vê isso como errado?

    – Eu, eu acho. Na verdade sempre fui criado vendo isso dessa maneira.

    – Até aí, tudo bem, mas vamos atualizar: o que você acha hoje sobre esse tema?

    – Hum… tenho que pensar…

     

    Muitas vezes julgamos nossos comportamentos como errados, inaceitáveis.

    E em várias dessas ocasiões não estamos julgando de acordo com nossos preceitos, mas sim com idéias que não são nossas, mas de amigos ou familiares.

    É importante entender se o comportamento que estamos julgando está sendo julgado de acordo com nossos critérios ou com os de terceiros.

    Se for com os de terceiros, reflita novamente; o que você, hoje, pensa sobre isso?

    Abraço

    Comentários