• 3 de setembro de 2021

    Existe auto imagem “positiva demais”?

    House photo created by user18526052 – www.freepik.com

     

    – Mas Akim…eu não consigo deixar de fazer isso.

    – Para que serve isso?

    – Eu não sei, não consigo confiar muito em ninguém.

    – Como se as pessoas não fossem capazes de fazer o que você faz?

    – Algo assim.

    – Isso te coloca num patamar muito elevado não é?

    – Pois é…

    – Mas também te deixa  muito solitário… deve ser triste não se permitir confiar em ninguém.

    – E é…

     

    Em resumo, sim. Existe auto imagem “positiva demais”, ou seja, irrealista. Nesse sentido ela pode prejudica sua saúde mental assim como sua auto estima, entenda porque.

    É importante compreender qual é a função da auto imagem. Ela serve como base para avaliarmos nosso comportamento, se estamos nos dando bem ou não em nossas vidas e para alimentar nossa auto estima. A auto imagem, possui uma função de sustentação do eu, portanto, ela não pode estar distante da realidade. Por mais estranho que possa soar, quanto mais a auto imagem é objetiva, melhor.

    A foto que coloquei no início do post ilustra bem o fato. Não ajuda em nada ter uma auto imagem que seja distorcida e distante do real. Esse artifício, inclusive, é empregue por quase todas as pessoas que tem problemas crônicos de saúde oriundos de comportamentos inadequados. Todas elas tem uma auto imagem de saúde inabalável, logo, concluem que nenhum comportamento que tem ou deixam de ter poderá influenciar isso. Pessoas com uma auto imagem de saúde mais realista, compreendem que determinados comportamentos geram mais ou menos saúde.

    Auto imagem nos diz quem somos. Se ela for uma auto imagem muito “endeusada” irá nos causar mal visto que nos tornará negligentes ao que fazemos. Se eu sou um deus, não preciso me preocupar com a maneira que falo, por exemplo, as pessoas é quem me devem respeito e não o contrário. Não é necessário dizer quanto isso será prejudicial para a pessoa.

    A cultura da auto ajuda deturpou a noção de auto imagem ao afirmar que você tem que ver só o que é positivo em você, ou que deve ser ver melhor do que é. Isso não funciona, o que vejo na prática são pessoas que terminam, na melhor das hipóteses, se cobrando muito mais do que conseguem realizar e, na pior, deprimindo ao ver que não conseguirão atingir seu “ideal de eu”.

    Auto imagem “positiva” não é uma boa auto imagem, sempre insisto nesse tema. A “boa” auto estima sempre reflete a verdade. A verdade, como sabemos, nem sempre é prazerosa, mas, ainda assim, é libertadora. Quando nos vemos melhores do que somos, passamos a nos cobrar de maneira semelhante e isso nos prejudica.

    Em termos de cultura, esse tem sido um efeito adverso das campanhas de auto estima. Hoje em dia as pessoas não buscam felicidade, se cobram, afinal de contas todos somos muito maravilhosos para não sentir felicidade o tempo todo não é? Este pensamento tem deixado muitas pessoas confusas em relação a sentimentos muito comuns como falta de motivação ou tédio. Ao sentirem isso acreditam que algo está errado “com elas”, visto que em sua auto imagem não há lugar para o tédio ou falta de motivação. Porém idealizar alguém assim é irrealista e perigoso, sem contar que estamos idealizando alguma coisa que não é, de fato, humana.

    Abraço

    Comentários