• 20 de janeiro de 2012

    “Maus hábitos”

    – E por isso que fico nessa: sou um cara muito inseguro.

    – Sei. Bem, se eu pensasse da forma que você pensa eu também “seria” inseguro.

    – Como assim?

    – Veja bem: você decide algo. Logo depois começa a “viver aí dentro” todas as possíveis catastrofes que essa decisão possa lhe trazer. Fica pensando em todas as pessoas que não vão gostar da decisão que você tomou e se vê sempre sem conseguir se manter firme com a decisão que tomou não é assim?

    – Sim, é o que acabamos de ver.

    – Pois é, não tem nada a ver com o teu “eu”, mas sim com a forma pela qual você lida com as suas decisões entende?

    – Hum…

    Muitas vezes confundimos nossos comportamentos com nossa identidade.

    Eu sou é diferente de eu faço. Um jogador de futebol, por exemplo, pode agir de várias formas: ser goleiro, zagueiro, atacante e ainda assim ser jogador de futebol.

    Uma pessoa que “é insegura” pode muito bem aprender a organizar melhor a forma pela qual lida com suas decisões e assim ter um resultado diferente quando toma uma atitude.

    Aprender, por exemplo, a simplesmente se entregar e manter a decisão que tomou sem pensar no que vão dizer sobre ela.

    Etendendo ela como algo importante para si e ponto final.

    Abraço

    Comentários